//
você está lendo...
Uncategorized

Poder Público X Povos Indígenas e Educação

Educação Indígena – Expectativas de Trabalho

Domingos CamicoSecretario de Educação de SGC

Domingos Camico
Secretario de Educação de SGC

Completam dois meses hoje, depois que começaram a assumir  os cargos e responsabilidades que mais mexem com os povos indígenas do Alto Rio Negro: A educação escolar indígena. Depois de quatro anos da gestão passada, em janeiro deste ano tomaram posse os novos gestores do município. Como das outras vezes, a expectativa por parte dos gestores e principalmente da população do município é grande. E para levar as essas informações a população de São Gabriel, o blog da FOIRN conversou com Domingos Camico Agudelo Secretário Municipal de Educação  e Cultura – SEMEC e Francimar Lizardo, vereador e Vice-Presidente da Câmara Municipal de São Gabriel da Cachoeira para saber quais os planos e projetos dessa nova gestão para a pauta de educação e cultura para o município.

  1. (FOIRN) Secretario quais são expectativas de trabalho com relação à Educação Escolar Indígena?

(Camico) Primeiro estamos nos organizando o quadro de profissionais que vão trabalhar diretamente com nossas comunidades e escolas, vamos retomar programas de API – Assessor Pedagógico Indígena  um por cada região e outros técnico que acompanharão cada região.

Vamos montar  Escolas Nucleadas com estruturas para receber vários alunos, juntando vários comunidades e formar única  turma, por que tem comunidades que tem pouco alunos e não tem como professor permanecer lá pra dar aula pra 05 ou 07 alunos. Pra isso não acontecer faremos isso, contratar professores que darão aula por modulo e em rodízio com alunos, assim alunos de comunidades e sítios não serão prejudicados.

Vamos trabalhar diretamente com os APMCS, para compra de merenda regionalizada, discutir cardápio escolar, mas antes preciso ver como retomar o PPDE e PNAT e programa caminho da escola pra compra de ônibus escolares.

Ainda estamos nos organizando, nesse dias tinha inúmeros pessoas aguardando para ser atendida por ele, fila e mais fila com ar de esperança de ser contratado ou indo pra entrevista.

  1. (FOIRN) Secretario como pretende dar continuidades na Formação de Professores das comunidades indígenas?

(Camico) Então formatura dos professores do Curso Magistério II (nível médio) será realizado no dia 01 de março deste ano. A proposta é que esses professores dêem continuidade de formação por meio de programas e cursos que vamos buscar por meio de parcerias com as universidades do estado, como a UFAM e a UEA. Tem o projeto de Formação Avança que vamos acompanhar diretamente com FOIRN e ISA pretendemos trabalhar em conjunto, pois só vem pra beneficiar nossa população, pra nos quanto mais parceria melhor.

  1. O nosso município tem diversidade étnica como pretender valorizar a cultura na cidade e nas escolas?

Na pauta cultural estamos começando a organizar e planejar atividades de reestruturação do setor. E uma das nossas prioridades é transformar o setor de cultura inserido na secretaria de educação em uma secretaria. O que dará mais autonomia para criar e desenvolver atividades ligadas a cultura, como promoção e valorização. Em especifico, vamos reforçar a biblioteca municipal, através de ampliação de números de acervos bibliográficos, para que mais livros, que significa mais conhecimento e cultura sejam acessíveis pela população.

E que atividades culturais comecem fazer parte do calendário da cidade, através de apresentações de teatros e outros. E a garantir oportunidades e o acesso à cultura para mais jovens por meio de projetos e cursos de formação.

Para isso, estaremos aos poucos começando a realizar seminários de discussão da temática, principalmente sobre o turismo de pesca e ecoturismo para identificar potencialidades e discutir possibilidades junto com a sociedade de São Gabriel, pois, isso tem o foco de garantir da melhoria da qualidade de vida da população.

 

Vereadores

Vereadores

Francimar Lizardo ( Sucy) – Vereador e Vice Presidente da Câmara

Quais são planos para cidade e comunidade, como vão trabalhar?

(Sucy) Bom temos problemas fundiários, vamos reativar  a legalização fundiária e área de ocupação tradicionais, pois existem conflito territoriais ao redor da cidade;

Reativar em parceria FOIRN e FUNAI o balcão da cidadania.Fortalecer o desenvolvimento das associações indígenas e outros.Trabalhar com transparência das ações e recurso que chegar na câmara;Valorizar atividade esportiva das comunidades que já existem.O que vamos fazer isso é uma decisão de todos os vereadores.Ter uma recepcionista que fala as 03 línguas co-oficializadas.Fazer valer essa lei nos setores públicos

Incentivar atividade produtiva familiar.

Sempre que podemos e sermos convidados vamos acompanhar as discussões do movimento indígena queremos trabalhar em parceria com as instituições. Vamos  elaborar lei que garante Projeto Político Pedagógico Indígena das escolas indígenas.

Anúncios

Sobre FOIRN - Comunicação

Somos a Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro a entidade sem fins lucrativos, fundada em 30 de abril de 1987, para lutar e defender os direitos dos povos indígenas do alto Rio Negro.

Discussão

Um comentário sobre “Poder Público X Povos Indígenas e Educação

  1. “Vamos elaborar lei que garanta PPP – Projeto Político Pedagógico Indígena das escolas Indígenas” Meu vereador quero dizer a V. Excia. que esta materia não é competencia do Vereador elaborar. Este é assunto das ESCOLAS, inclundo o Gestor, professores, funcionários, famílias e as comunidades, ou bairros que fazem partes daquela escola. Se a intenção do nobre vereador incluir um I no conjunto dos três PPPI para se tornar Projeto Político Pedagógico Indígena. Neste caso sim contaremos com aprovação da Câmara dos veradores para aprovação, assim torná-lo Lei. Porque toda escola tem objetivos que deseja alcançar, metas a cumprir e sonhos a realizar. O conjunto dessas aspirações, bem como os meios para concretizá-las, é o dá forma e vida ao chamado projeto politico pedagógico – o famoso PPP. Se vc prestar atenção, as próprias palavras que compõem o nome do documento dizem muito sobre ele:
    – Projeto: porque reúne propostas de ação concreta a executar durante determinado tempo.
    – É politico por considear a escola como um espaço de formação de cidadãos conscientes, responsáveis e críticos, que atuarão individual e coletivamente na sociedade, modificando os rumos que ela vai seguir.
    – É pedagógico porque define e organiza as atividades e os projetos educativos necessários ao processo de ensino e aprendizagem.
    Ao juntar as três dimensões, o PPP ganha a força de um guia – aquele que indica a direção a seguir não apenas para gestores e professores mas também funcionários, alunos e famílias. Ele precisa ser completo e suficiente para não deixar dúvidas sobre essa rota e flexível o bastante para se adaptar às necessidades de aprendizagem dos alunos. Portanto, uma v ez incluido o I do termo indígena, vai se tornar especifico para escola iNDIGENA.

    Publicado por Orlando José de Oliveira | 10/03/2013, 21:38

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Estatísticas do blog

  • 61,876 Visitas

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 63 outros seguidores

Agenda da Foirn

março 2013
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Publicações

Foirn no twitter

%d blogueiros gostam disto: