Mulheres Baniwa do Médio Içana realizam encontro de formação em gestão de associação

O I encontro foi realizado na comunidade Castelo Branco – Médio Rio Içana. Foto: Juliana Albuquerque/FOIRN

Mulheres das comunidades do Médio Içana: Nazaré, Ambaúba, Castelo Branco, Belém, Taiaçu Cachoeira, Tunuí Cachoeira, Warirambá e Vista Alegre participaram do I Encontro das Mulheres Artesãs do Médio Içana I, realizado na comunidade Castelo Branco, nos dias 5 e 6 de Agosto de 2021.

O encontro reuniu mais de cem participantes que teve como a pauta principal, a formação de lideranças mulheres em gestão de associação com objetivo de fortalecer as associações de base da região e aprimoramento dos trabalhos das artesãs associadas.

Diretor da FOIRN de referência da região do Içana, Dario Casimiro; Coordenadora do Departamento de Mulheres Indígenas do Rio Negro (FOIRN) e Alfredo Brazão apresentaram um pouco sobre o histórico do movimento indígena do Rio Negro, as associações de base e como elas funcionam, especialmente a documentação e as etapas de regularização.

O diretor de referência apresentou os planos de trabalho e as ações da Foirn, afirmou a importância do fortalecimento da associação as mulheres e as articulações de eventos na região.

A Coordenadora do Departamento de Mulheres, Dadá Baniwa destacou a importância do empoderamento das mulheres através de suas associações pois é através delas que podem se mobilizar para lutar pelos direitos e promover ações que garantam o bem viver do povo e das comunidades.

A oportunidade a associação reestruturou a diretoria que passou a ser composto da seguinte maneira: Presidente: Nilda José da Silva; Vice – Presidente: Alcimara Pereira Antônio; Secretaria: Gorete dos Santos; 1° Conselheira: Graziela Serafim Camico; 2° Conselheira: Suzete Serafim Camico.

Foram indicadas mulheres para participar da Rede Mulheres do Rio Negro, como representantes da região do Médio Rio Içana, são elas: Sani Fontes (Comunidade Castelo Branco), Sandra Pedro Camico (Comunidade Vista Alegre) e Cleide José da Silva (Comunidade Castelo Branco).

Fundada em 2004 a Associação das Mulheres Artesãs Indígenas do Médio Içana I (AAMI), abrange 5 comunidades do Médio Içana I: Nazaré, Ambaúba, Castelo Branco, Belém e Taiaçu Cachoeira.

Publicado por FOIRN - Comunicação

Somos a Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro a entidade sem fins lucrativos, fundada em 30 de abril de 1987, para lutar e defender os direitos dos povos indígenas do alto Rio Negro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: