Povo Baniwa mantém ritual milenar do Kariamã

Participantes do ritual de Kariamã realizado na comunidade Ucuqui Cachoeira . Foto: Juliana Albuquerque/FOIRN

Uma das tradições milenares do povo Baniwa, o Kariamã continua sendo realizado na região do Rio Negro, no Amazonas. Nos dias 29 e 30 de maio, o ritual sagrado do Kariamã Masculino foi realizado na comunidade Ucuqui Cachoeira, no rio Uarana – Alto Içana, sendo conduzido por três anciões: Abel Fontes, Hilário Fontes e o pajé Dário Fontes. Esse rito de passagem tem como objetivo o repasse de conhecimentos culturais e mitológicos.

A iniciativa fortalece as tradições indígenas da região e tem o apoio da FOIRN, que foi representada pelo diretor de referência da Nadzoeri Dario Casimiro; pelo coordenador do Departamento de Educação Indígena, Melvino Fontes; pela coordenadora do Departamento de Jovens Indígenas, Gleyci Machado Maia e pelo integrante da Rede Wayuri de Comunicadores Indígenas, Plínio Guilherme.

No total, 13 pessoas passaram pelo ritual realizado na maloca Herieni, sendo 10 meninos com idade entre 7 e 12 anos, além de três adultos.

O Kariamã é um ritual de iniciação masculino e feminino, realizado separadamente, que marca a passagem da infância e adolescência para a vida adulta. Através do benzimento acompanhado do som de instrumentos confeccionados especificamente para a cerimônia, são realizados todos os preparativos para uma vida responsável e saudável, de coragem e fortalecimento espiritual do homem e da mulher.Devem ser seguidas uma série de regras, entre elas o sigilo total durante o rito. Quando as normas são quebradas, há penalização.

Durante o ritual de iniciação masculino, que dura aproximadamente 24 horas, é proibido que as mulheres participem diretamente da cerimônia.

Mestres de Cerimônia e equipe da FOIRN. Foto: Juliana Albuquerque/FOIRN

A comunidade Ucuqui Cachoeira, no Rio Uaraná, afluente do rio Içana, possui 39 famílias do povo Baniwa e é a última comunidade em território Brasileiro e uma das poucas que ainda mantém o ritual na forma original dos antigos.

Texto e Fotos: Juliana Albuquerque Baré/FOIRN

Publicado por FOIRN - Comunicação

Somos a Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro a entidade sem fins lucrativos, fundada em 30 de abril de 1987, para lutar e defender os direitos dos povos indígenas do alto Rio Negro.

Um comentário em “Povo Baniwa mantém ritual milenar do Kariamã

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: